?¿Enigma?¿
 
 
 
 
          
BellVil
     
 
 
 
 
Visto mais uma vez a máscara
Minhas culpas precisam ser escondidas
Não posso liberar ainda a dor
que minh'alma tanto aguarda
Mais uma vez me fantasio
para que não vejam minhas feridas
 
Meu rumo é um enigma
que preciso decifrar
Um destino que me foi imposto
sem poder recusar
Se preciso minhas culpas expiar
Seguirei sem destino certo
porém, sem medo de errar
 
Minha consciência está adormecida
Tem o repouso merecido
As mágoas esperam o veredito
da verdade esquecida
A dor,outrora companheira,
hoje deixou de ser exibida  !!
 
 
 
 
 
     
BellVil
 
 
 
 
 
voltar indicar