Sem Você
BellVil
 
 
 
 Nada faz sentido.

Fico perdida, sem rumo certo.
Estrada sem fim, bifurcação me faz perder o tino.

Espelho nem olho, pois sem você, nada é refletido.

As horas não passam,ponteiros doidos, parecem que gostam de brincar comigo.

Açúcar parece fel, nada adoça minha boca.

Só a lembrança de teus beijos, quase me põe louca.

Espaço vago, nada ocupa teu lugar.

E nessa inércia, fico sempre a te esperar.

Não sei onde estou, volta logo e vem me buscar.

Me procure, traga meu eixo de volta,
quando me encontrar!