Por quê?
 
 
BellVil
 
 
Por que nada mais dói?
Insensível, fiquei?
A dor pungente, quase me destrói.
 
Olho para o espaço e nada vejo,
onde parei?
De meus medos e receios,
criei asas, que me protegem
como um verdadeiro herói.
 
Me fazem voar,
nasceram da sensibilidade na
qual, por tanto tempo, eu vaguei.
O vazio que antes tanto me
preocupava, já não incomoda mais,
porque nada mais... eu sei!